NOTÍCIAS, BRASIL, MUNDO, ECONOMIA, POLÍCIA, POLÍTICA 
Jovem Pan AM's news on channel Notícias
PRF informa que há 59 pontos de rodovias federais interditados por caminhoneiros

fonte: EFE PRF informa que há 59 pontos de rodovias federais interditados por caminhoneiros PRF informa que há 59 pontos de rodovias federais interditados por caminhoneiros

Balanço divulgado há pouco pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) informa que há 59 interdições de rodovias federais no país, provocadas por caminhoneiros em protesto contra o aumento do óleo diesel e a falta de um valor mínimo para o frete. De acordo com o órgão, ontem (26) foram feitas 26 autuações – 25 no Paraná e uma no Rio Grande do Sul – e uma prisão, em Mato Grosso do Sul.


O estado com maior número de interdições ou bloqueios parciais das vias é Santa Catarina, com 22 pontos nas BRs 101, 116, 153, 158, 163, 262, 280, 282 e 470. No Rio Grande do Sul, a PRF contabiliza 19 interdições nas BRs 101, 116,153, 285, 287, 293, 392, e 472. Completando a Região Sul, o Paraná apresenta oito interdições nas BRs 277, 369, 373, 476 e 487. Mato Grosso registra nove interdições nas BRs 070,163 e 364; e, no Ceará, há uma interdição, na BR-116.


Nesta quinta-feira (26), o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que os caminhoneiros que continuarem obstruindo as estradas serão multados,,com valores entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por hora.



LEIA MAIS ...



“Creio que há mais um desprezo”, diz ministro Marco Aurélio Mello sobre demora na escolha do novo membro do STF

fonte: José Cruz/Arquivo/Agência Brasill “Creio que há mais um desprezo”, diz ministro Marco Aurélio Mello sobre demora na escolha do novo membro do STF “Creio que há mais um desprezo”, diz ministro Marco Aurélio Mello sobre demora na escolha do novo membro do STF

Nesta sexta-feira (27), o Ministro da Justiça Marco Aurélio Mello afirmou, em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã da Jovem Pan, que a demora na escolha do décimo primeiro integrante do Supremo Tribunal Federal é inaceitável. “É uma demora injustificável. Não é possível que esse período transcorrido não tenha sido suficiente para proceder-se a escolha. Creio que há mais um desprezo”, advertiu. A cadeira está vazia desde julho do ano passado com a aposentadoria do ex-ministro Joaquim Barbosa.


Mello também respondeu a afirmação do ministro José Eduardo Cardozo, que disse que a decisão deve ser tomada sem pressa. “A ordem natural das coisas revela a impropriedade da colocação de sua excelência”, contestou.


Para o Ministro da Justiça, a situação demonstra desprezo quanto aos instrumentos do próprio governo. “Há uma crise institucional e o ato ressoa como falta de Estado em si, ou seja, um menoscabo considerada a grande instituição que é o Supremo”, criticou. Ele ressaltou que o colegiado é pequeno e explicou que a falta de um membro compromete o andamento: “isso implica sobrecarga para os demais ministros, já que o divisor quanto à distribuição de processos passa a ser menor”.


Com uma baixa, o STF fica com número par de integrantes, tornando possível um empate nas votações. Nesta quinta-feira (27), uma seção foi suspensa exatamente por esse motivo. O ministro explicou que o empate pode ser aceito no caso de habeas corpus, sendo a decisão a favor do envolvido no processo, no entanto, a regra não vale para todas as situações. “No tocante a ações penais, isso não pode implementado, mas foi implementado no mensalão”, e acrescentou que o impasse pode retornar no julgamento do chamado Petrolão, já que a avaliação terá que ser feita por quatro ministros.


Ouça entrevista completa no áudio acima.



LEIA MAIS ...



Tiririca é o palhaço (profissional) mais bem sucedido da política

fonte: Fotoarena/Folhapress Tiririca é o palhaço (profissional) mais bem sucedido da política Tiririca é o palhaço (profissional) mais bem sucedido da política

O eleitorado paulista autorizou um segundo mandato de Tiririca (PR) como deputado federal com mais de um milhão de votos na eleição de 2014. Foi o segundo mais votado atrás somente de Celso Russomanno (PRB). Diferente da primeira campanha em que fazia chacota dos políticos, o palhaço seguiu assíduo nas sessões da Câmara federal e foi até enaltecido por ter comparecido em 100% dos encontros realizados entre 2011 e 2014 pelo site especializado Congresso em Foco.

Nenhum projeto defendido pelo legislador, porém, foi aprovado pelos colegas em Brasília. Tiririca tampouco subiu à tribuna para defender suas colocações. Com destaque, houve iniciativas em prol da população circense, como a inclusão de trailers e motor homes no Programa Minha Casa, Minha Vida, criação de um "Vale-livro" e "Bolsa-alfabetização" para maiores de idade.


Outros palhaços não tiveram a mesma sorte que Tiririca, consagrado pelo bordão do “pior que está não fica”. Atrações do SBT, Batoré, Buiui e Marquito, também se arriscaram no Poder.


Marquito (PTB) conseguiu um gabinete na Câmara de São Paulo após o vereador eleito, Celso Jatene (PTB), ser escolhido como secretário do prefeito Fernando Haddad (PT) antes mesmo da posse. Suplente da coligação, o humorista emplacou alguns projetos sem grande importância e foi um dos que propossueram a instalação do transporte noturno na cidade, medida aprovada em 2013 no Legislativo paulistano. Também destaque da atuação política do bobo da corte do Programa do Ratinho foi o batismo de uma área em Itaquera em homenagem ao humorista mexicano Roberto Bolaños.

A vida política de Batoré, no entanto, não tem tanta graça e o comediante-político enfrenta problemas na Justiça. Reeleito vereador pela cidade de Mauá, na Grande São Paulo, em 2012, o ex-Praça É Nossa perdeu o mandato acusado de infidelidade partidária em junho de 2014. Eleito pelo PP, ele transferiu-se para o PRB alegando “perseguição política”, mas o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) determinou que ele deixasse o cargo. O artista tenta reverter a situação em instância superior.


Meses antes, o humorista já tinha sido afastado do cargo após uma ação de improbidade administrativa apresentada pelo Ministério Público.  Ex-assessores de Batoré, que atuaram no gabinete e também em cargos indicados na Prefeitura, procuraram a Promotoria em 2012 para relatar que o vereador ficava com 50% dos vencimentos, além de além de cobrar, integralmente, benefícios como 13º salário, vale-alimentação e a restituição de imposto de renda. Mesmo com as restrições, ele concorreu ao cargo de deputado federal com um bordão anti-petista para alavancar votos. Conseguiu os insuficientes 4.672 votos.


Outro ator do humorístico do SBT também tentou carreira política na região do Grande ABC. Sob o nome político de Buiui da Praça (PMN), Edvan Rodrigues Souza concorreu à prefeitura de Diadema e não arrancou mais que risada dos eleitores. Obteve 3.652 votos e foi eliminado no primeiro turno. Hoje, ele se dedica ao projeto Vida Viva, financiado pela prefeitura local e focado em crianças e adolescentes de 10 a 20 anos em situação de vulnerabilidade social.

Apesar de ser campeão de votos no eleitorado paulista, Tirirca não conseguiu ajudar seu herdeiro a virar vereador na capital do Ceará, Fortaleza. Tirulipa, o filho do deputado assíduo, se filiou ao PSB, mas desistiu da disputa alegando que não estava preparado para assumir a função.


 



LEIA MAIS ...



Bloqueios de estradas já causam prejuízo bilionário

fonte: EFE Bloqueios de estradas já causam prejuízo bilionário Bloqueios de estradas já causam prejuízo bilionário

Os cálculos preliminares sobre os prejuízos causados pelos bloqueios dos caminhoneiros em estradas de todo o País já superam a casa do R$ 1 bilhão, levando em conta apenas as perdas estimadas por empresas e secretarias estaduais de Agricultura.


O cálculo não leva em conta as perdas na safra da soja, uma vez que a colheita atrasa por falta de combustível nas regiões produtoras e o grão apodrece no pé. Ainda não foram estimados também os prejuízos na indústria, que para por falta de peças, e no comércio, por falta de produtos.


A Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar) calcula um prejuízo diário de R$ 30 milhões apenas para os produtores de leite que não estão conseguindo escoar a produção - total de R$ 120 milhões desde o início dos bloqueios. Os produtores de suínos e frangos também não conseguem realizar os abates no prazo e, além do aumento na mortandade, arcam com um custo adicional de R$ 25 milhões por dia com a alimentação - outros R$ 100 milhões de prejuízo.


Em Santa Catarina, abates de suínos e aves foram suspensos e começa a faltar ração para abastecer as granjas nas cidades de Xanxerê, Chapecó e Videira, no oeste catarinense. Muitos aviários deixaram de ser abastecidos com pintinhos, quebrando o ciclo da produção.


Um levantamento feito pela Federação do Comércio (Fecomércio-SC) estima que o prejuízo à economia do Estado, fortemente apoiada no agronegócio, pode chegar a R$ 630 milhões por dia se a greve se ampliar - até ontem, a perda estava em R$ 200 milhões diários uma soma de R$ 800 milhões desde o início dos bloqueios.


No Rio Grande do Sul, segundo o Sindicato da Indústria de Laticínios (Sindlat-RS), 5 milhões de litros de leite por dia não estão chegando às indústrias. Apenas esse setor já perdeu R$ 20 milhões. O setor pecuário perde outros R$ 50 milhões por dia com a suspensão de abates e morte de animais - um prejuízo que já soma R$ 200 milhões. No Estado, na fábrica da GM, em Gravataí a produção foi suspensa ontem por falta de componentes.


Safra


Em Mato Grosso, 20% dos produtores rurais pararam a colheita de soja por falta de diesel nas máquinas, segundo a Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja). Os outros 80% têm combustível para no máximo cinco dias.


Segundo Wellington Andrade, diretor da Aprosoja, os silos e depósitos das fazendas estão lotados e a produção precisa ser escoada. "Ou por falta de diesel, ou por falta de escoamento, o produtor não consegue fazer a colheita e o grão apodrece na planta", afirmou. No terminal ferroviário da América Latina Logística (ALL) em Rondonópolis, o embarque de soja para os portos de Santos e Paranaguá teve redução de 25% e 50 mil toneladas deixaram de ser transportadas desde segunda-feira.


Os bloqueios afetam empresas de São Paulo que enviam produtos para outros Estados. Um comboio de carretas com pás eólicas produzidas em Sorocaba, interior paulista, que seguia para a Bahia, ficou retido nos bloqueios. "São viagens de 3,2 mil quilômetros e o veículo que faria três só vai fazer duas, o que impacta o faturamento", disse Amilton Lima, gerente administrativo da empresa de transporte. Nos entrepostos do Ceasa e da Ceagesp, os preços disparam.



LEIA MAIS ...



Programa Mais Médicos será permanente, diz ministro

fonte: Alan Marques/Folhapress Programa Mais Médicos será permanente, diz ministro Programa Mais Médicos será permanente, diz ministro

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, descartou ontem o caráter temporário do programa federal Mais Médicos. Ele afirmou que, mesmo depois de ampliadas as vagas de cursos de Medicina e de residência, o programa deverá continuar. “O Mais Médicos veio para ficar.”


Segundo Chioro, o programa é uma garantia de oferta de profissionais para cidades mais afastadas, consideradas pouco atrativas. “Não adianta apenas a residência. É preciso um indutor para que o médico fique em locais mais afastados durante um período. Caso contrário, o residente continuará optando pelos grandes centros”, disse.


Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que 750 profissionais se candidataram para a segunda chamada do Mais Médicos. Eles têm até o dia 2 para se apresentar aos postos de trabalho. Caso todos iniciem o trabalho, 98% das vagas da expansão do programa terão sido preenchidas. “Restarão para a terceira chamada 85 postos de trabalho, distribuídos em 47 municípios. É um número a se comemorar”, disse.


O ministro acredita em uma tendência de substituição progressiva dos profissionais estrangeiros por brasileiros. Ele afirmou que, diante dos números, dificilmente será necessária a realização de um convênio com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) para recrutamento de profissionais em Cuba. “Há ainda a terceira chamada, depois as vagas serão abertas para profissionais brasileiros formados no exterior e para estrangeiros.”


Para o ministro, o Mais Médicos não serve apenas para alocar médicos nos municípios brasileiros, mas para fortalecer a atenção básica. A pasta garante que 94% da população que usa os serviços oferecidos avalia o programa como satisfatório. A iniciativa conta, ao todo, com 14.462 médicos que prestam assistência a 50 milhões de brasileiros em 3.785 municípios. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



LEIA MAIS ...



Corte definitivo do Orçamento será o maior em 15 anos

Corte definitivo do Orçamento será o maior em 15 anos

O governo conta com a aprovação do Orçamento de 2015 na próxima semana no Congresso Nacional. O contingenciamento de despesas, preparado há quase três meses pela equipe econômica, está praticamente pronto e deve sair “imediatamente após a aprovação da Lei Orçamentária”, disse uma fonte do governo.


O corte está sendo preparado para sair em meados de março. O governo, porém, ganhou fôlego em sua missão de ajuste fiscal com o decreto de programação orçamentária anunciado ontem pelo secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive, que reduzirá os gastos da máquina até que o Orçamento ser aprovado. Sobre o Orçamento, o governo vai aplicar um contingenciamento de despesas que deve oscilar entre R$ 65 bilhões e R$ 80 bilhões. Se confirmado, será o maior corte de gastos dos últimos 15 anos. O tamanho do contingenciamento em gestação tem assustado os ministros.


Um do auxiliares mais próximos da presidente disse que o corte será “de chorar”. Nos últimos dias, a equipe econômica e a própria presidente tem ouvido reclamações de diversas áreas. Em vários ministérios o medo é que aquilo que sobrar do Orçamento mal dará para pagar contas, quanto mais fazer qualquer tipo de investimento. Algumas propostas iniciais dos novos ministros devem sair desidratadas. É o caso, por exemplo, do Plano Nacional de Exportações, que está sendo trabalhado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Sem recursos, o governo não vai poder atender aos pedidos de desonerações e financiamento, feitos pela indústria, e pode até mesmo cancelar ou diminuir alguns dos poucos que sobrevivem, como o Reintegra. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



LEIA MAIS ...



Parlamento alemão aprova extensão de resgate grego

fonte: EFE Parlamento alemão aprova extensão de resgate grego Parlamento alemão aprova extensão de resgate grego

O Parlamento da Alemanha aprovou a extensão do resgate da Grécia nesta sexta-feira, após o ministro das Finanças, Wolfgang Schaeuble, que tem expressado dúvidas sobre a confiabilidade da Grécia, ter dito que não será permitido a Atenas que "chantageie" seus parceiros da zona do euro.


Com 542 parlamentares votando a favor, incluindo quase todos da coalizão da chanceler Angela Merkel mais o Partido Verde, de oposição, a proposta obteve a maioria mais ampla para qualquer pacote de resgate da zona do euro até agora na câmara de 631 assentos.


A votação na Bundestag era o único grande obstáculo parlamentar para uma extensão de quatro meses ao programa de resgate para o país mais endividado no bloco de moeda única.


Schaeuble havia pedido ao Parlamento, mais cedo, que tomasse uma decisão que ele reconheceu ser difícil, aprovando a extensão do resgate grego.


O ministro pediu à câmara baixa do Parlamento senso de responsabilidade para a Europa.


"Nós alemães deveríamos fazer tudo para manter a Europa unida o máximo que pudermos e mantê-la unida de novo e de novo", disse Schaeuble antes da votação.


Falando sobre os receios públicos na Alemanha sobre dar mais concessões à Grécia, Schaeuble afirmou que nenhuma nova ajuda financeira está em jogo.


"Não estamos falando sobre novos bilhões para a Grécia, não estamos falando sobre qualquer mudança a esse programa-- em vez disso, trata-se de fornecer tempo extra para encerrar com sucesso esse programa", disse ele, acrescentando que solidariedade entre membros do bloco de moeda única "não significa que você pode chantagear um ao outro".



LEIA MAIS ...



PIB dos EUA cresce 2,2% anual no último trimestre de 2014

PIB dos EUA cresce 2,2% anual no último trimestre de 2014

Washington, 27 fev (EFE).- A economia dos Estados Unidos cresceu a um ritmo anual de 2,2% no quarto trimestre de 2014, inferior a 2,6% calculado inicialmente, segundo informou nesta sexta-feira o Departamento de Comércio do país.


Ao publicar o segundo cálculo sobre a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) entre outubro e dezembro, o governo indicou também que em todo o ano de 2014 a economia cresceu a um ritmo de 2,4%. EFE



LEIA MAIS ...



Ibovespa abre em leve alta de 0,06%

Ibovespa abre em leve alta de 0,06%

São Paulo, 27 fev (EFE).- O índice Ibovespa da Bolsa de Valores de São Paulo abriu nesta sexta-feira em leve alta de 0,06%, aos 51.784 pontos.


No mercado de câmbio, o dólar subiu 0,79%, cotado no começo das operações a R$ 2,903 para compra e R$ 2,905 para venda. EFE



LEIA MAIS ...



Sobe para 216 número de mortos em avalanches no Afeganistão

fonte: Reuters Sobe para 216 número de mortos em avalanches no Afeganistão Sobe para 216 número de mortos em avalanches no Afeganistão

As autoridades do Afeganistão elevaram hoje (27) para 216 o número de mortos nas tempestades de neve e avalanches que atingem o país desde domingo (22).


“Os dados recolhidos até agora confirmaram a morte de 216 pessoas, incluindo mulheres e crianças, e 27 feridos”, disse o chefe da Autoridade de Gestão de Desastres Naturais, Deam Kakar, à Agência Xinhua.


A área mais afetada foi a província de Panjshir, ao norte de Cabul, com o registro de 182 vítimas. Centenas de casas ficaram destruídas ou danificadas.


As operações de salvamento e resgate prosseguem, incluindo ajuda humanitária para as localidades mais atingidas, disse Deam Kakar.


O Afeganistão é afetado frequentemente por desastres naturais que provocam grandes perdas humanas, como foi o caso dos deslizamentos de terra que causaram a morte de 2 mil pessoas em maio do ano passado na Região Nordeste.



LEIA MAIS ...



Líder do cartel dos Cavaleiros Templários é detido no México

Líder do cartel dos Cavaleiros Templários é detido no México

Morelia (México), 27 fev (EFE).- As autoridades do México capturaram na madrugada desta sexta-feira Servando Gómez Martínez, conhecido como "La Tuta", líder do cartel dos Cavaleiros Templários, informou a Comissão Nacional de Segurança (CNS).


A detenção aconteceu em Morelia, capital do estado de Michoacán, em uma operação realizada pela Polícia Federal (PF) sem que fosse disparado um só tiro.


O governo mexicano oferecia uma recompensa de 30 milhões de pesos (cercsa de US$ 2 milhões) por informação que levasse à captura de "La Tuta". EFE


mad-pmc/ma



LEIA MAIS ...



Ex-cantor Gary Glitter é condenado a 16 anos de prisão por crimes sexuais

Ex-cantor Gary Glitter é condenado a 16 anos de prisão por crimes sexuais

Londres, 27 fev (EFE).- O ex-cantor britânico Gary Glitter foi condenado nesta sexta-feira a 16 anos de prisão por seis crimes sexuais cometidos contra três meninas menores de idade, segundo a decisão do tribunal de Southwark, ao sul de Londres.


Glitter, de 70 anos, foi condenado por seis acusações: uma por tentativa de estupro, outra por manter relações sexuais com uma menor e quatro por assédio sexual, cometidos entre 1975 e 1980.


O ex-cantor não demonstrou nenhuma reação quando o juiz Alistair McCreath o condenou. No início do mês, Glitter havia sido declarado culpado pelas acusações. O magistrado disse nesta sexta-feira que os atos de Glitter tinham tiveram profundo impacto nas três vítimas.


"O senhor provocou a todas elas um dano real e durável e o fez pela única razão de obter prazer sexual por algo que era totalmente inadequado", acrescentou o juiz.


Em 1999, Glitter, cujo nome real é Paul Francis Gadd, já havia cumprido uma pena de quatro meses de prisão após assumir que possuía mais de 4.000 imagens pornográficas de crianças.


Glitter foi a primeira pessoa presa, em 2012, na chamada "Operação Yewtree", uma investigação policial sobre os abusos a menores realizados durante décadas por Jimmy Savile, famoso ex-apresentador da emissora "BBC", morto em 2011. EFE



LEIA MAIS ...



Combatentes curdos recuperam cem aldeias dos jihadistas na Síria

Combatentes curdos recuperam cem aldeias dos jihadistas na Síria

Cairo, 27 fev (EFE).- Os combatentes curdo-sírios tomaram na última semana o controle de mais de cem povoados da província de Al Hasaka, no noroeste da Síria, dos jihadistas do Estado Islâmico, informou nesta sexta-feira à Agência Efe o porta-voz da Unidade de Proteção do Povo, Ridor Khalil.


O miliciano explicou que mais de cem aldeias, localizadas nos arredores da cidade estratégica de Tel Hamis, ao noroeste de Al Hasaka capital, foram controladas de "forma total" por suas forças, além de dezenas de fazendas e áreas residenciais, após cinco dias de combates.


Khalil disse ainda que os avanços foram realizados com o "apoio eficaz" da aviação da coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos.


Segundo o porta-voz, Tel Hamis era a base do EI na província de Al Hasaka, de onde os jihadistas lançavam ataques tanto em território sírio como no noroeste do Iraque, pois a cidade se encontra a trinta quilômetros da fronteira com este país.


No entanto, Khalil disse que as forças curdas ainda não declararam o controle total de Tel Hamis, onde os milicianos curdos recuperaram vários bairros do sul da cidade.


O miliciano explicou que nos cinco dias de combates e bombardeios aéreos mais de 200 jihadistas morreram, assim como oito integrantes das Unidades de Proteção do Povo, entre eles um voluntário de nacionalidade australiana.


Além disso, explicou que após a recuperação de Tel Hamis, os esforços serão concentrados em libertar as localidades de Al Shaddadi e Al Hul, as últimas áreas de Al Hasaka onde o EI segue impondo seu controle, segundo Khalil.


Na última semana, as Unidades de Proteção do Povo iniciaram uma ofensiva para recuperar do EI zonas ricas de petróleo e gás de Al Hasaka.


Os enfrentamentos se concentram em áreas situadas entre Tel Hamis, a 75 quilômetros de Al Hasaka, e Tel Tamr, a 40 quilômetros da capital provincial. EFE



LEIA MAIS ...



Mais de 500 pessoas apanhadas em rodovia na China por deslizamento de terras

Mais de 500 pessoas apanhadas em rodovia na China por deslizamento de terras

Pequim, 27 fev (EFE).- Mais de 500 pessoas e cerca de uma centena de veículos ficaram presos nesta sexta-feira após um deslizamento de terras na rodovia do Karakorum, que liga o noroeste da China com o Paquistão, informaram as autoridades locais.


Após uma intensa nevasca na região autônoma de Xinjiang (no noroeste da China), a estrada acabou bloqueada por um corrimento de terras provocado por causa do derretimento de neve nas proximidades da via, segundo a agência oficial "Xinhua".


Várias equipes de resgate tentam liberar a estrada e de retirar as pessoas, explicaram as autoridades locais à "Xinhua".


A Prefeitura autônoma de Kizilsu, em Xinjiang, sofreu com fortes nevascas nesta quinta-feira que se derreteram quando as temperaturas subiram e provocaram o deslizamento de terras.


Assim, um trecho da rodovia ficou interrompido, que liga Xinjiang com a província paquistanesa de Gilgit-Baltistan, em uma rota que passa por vales, montanhas, rios e geleiras a mais de 3.000 metros de altitude.


Esta estrada, conhecida por ser uma das mais perigosas do mundo, é sacudida com frequência por desastres geológicos devido a sua complicada orografia e ao elevado trânsito que acolhe. EFE



LEIA MAIS ...



Ex-sogros do príncipe da Tailândia são presos por alta traição

Ex-sogros do príncipe da Tailândia são presos por alta traição

Bangcoc, 27 fev (EFE).- Os ex-sogros do príncipe da Tailândia foram presos nesta sexta-feira após confessarem a autoria de um crime de alta traição, no mais recente golpe à família do herdeiro ao trono após sua separação em dezembro.


Apiruj Suwadee, de 72 anos, e Wanthanee Suwadee, de 66, pais de de Srirasmi Suwadi, a antiga consorte do príncipe Maha Vajiralongkorn, assumiram a culpa por um crime de traição e outro de falso testemunho contra uma mulher que acabou na prisão em 2003.


Ambos se apresentaram a uma delegacia de Bangcoc à qual tinham sido convocados e confessaram antes de serem encaminhados à procuradoria, que negou possibilidade de liberdade por pagamento de fiança, segundo o jornal "Bangcoc Post".


A prisão dos pais segue a de um tio de Srirasmi, o ex-diretor do Escritório de Investigação Central, Pongpat Chayapan, detido em dezembro junto a quatro irmãos da ex-princesa acusados de utilizarem o nome da Casa Real para extorquir.


Todos foram detidos pela polícia em uma operação anticorrupção, que aconteceu dias antes do príncipe anunciar sua separação de Srirasmi e punir a família, que teve retirado o sobrenome real, Akkharaphongpricha.


Srirasmi, nascida em uma família plebeia e casada com o príncipe em 2001, foi obrigada a renunciar a seu status real e expulsa do palácio do príncipe, por isso teve que se mudar para a casa dos pais, na província de Ratchaburi.


Após 13 anos de casamento, a separação dos príncipes chegou em um momento delicado para a Casa Real tailandesa pelo frágil estado de saúde do atual monarca, Bhumibol Adulyadej, que em dezembro completou 87 anos.


Depois da separação, com três casamentos que não deram certo, o príncipe Vajiralongkorn foi visto com uma mulher que não foi identificada de maneira formal e que, segundo alguns comentaristas, pode ser a futura esposa e pretendente a rainha do país. EFE



LEIA MAIS ...



Extremo sul do Chile surge como polo de atração do turismo científico

Extremo sul do Chile surge como polo de atração do turismo científico

Júlia Talarn Rabascall.


Puerto Williams (Chile), 27 fev (EFE).- A Reserva da Biosfera Cabo de Hornos, no extremo sul do Chile, é um dos últimos lugares virgens do planeta e emerge agora como polo de atração de um turismo científico, com inquietação por descobrir a biodiversidade deste cantinho subantártico.


"Este lugar é único, o ponto mais austral do mundo não impactado pela chuva ácida e nem pelo excesso de nitrogênio na terra", explicou à Agência Efe Mary Kalin Arroyo, diretora do Instituto de Ecologia e Biodiversidade e Prêmio Nacional de Ciências Naturais 2010, para mostrar a singularidade desta reserva.


Seu primitivo ecossistema é outro dos motivos que transformam esta paisagem "em um dos melhores lugares para pesquisar as consequências da mudança climática", destacou Kalin.


Isso se deve a uma necessidade de comparar os estudos realizados nos entornos alterados pelo homem com ecossistemas virgens e intactos, explicou.


Por isso, segundo esta pesquisadora da Nova Zelândia, lugares como esta reserva "são ouro" cientificamente falando, "laboratórios naturais de importância capital para os pesquisadores".


Além disso, a reserva "tem um potencial enorme para o turismo, não só por sua geografia, mas porque a fauna e a flora têm uma alta proporção de espécies frequentes", segundo Claudio Wernlin, ex-diretor da Iniciativa Científica do Milênio.


Apesar de seu indubitável potencial como laboratório natural para pesquisas e o turismo de interesses especiais, a capacidade da região para gerar riqueza científica, tecnológica, turística e etnográfica ainda não é aproveitada em seu todo.


A pesquisa científica requer, segundo Kalin, "muito mais infraestrutura e capacidade instrumental", com um investimento que segundo sua opinião deveria ser "parecido com o feito com os telescópios no Deserto do Atacama".


"Um investimento destas características teria muito mais impacto do que a astronomia do norte, pois aqui há muito mais o que fazer do que olhar por alguns telescópios", disse.


Uma melhor conexão "por ar e estrada", além de "um melhor sinal de internet", são elementos fundamentais para transformar a reserva em polo do turismo científico, segundo Francisco Ros, que preside a comissão de Meio Ambiente do Conselho Regional de Magalhães.


Em sua opinião, é "indispensável" também que esta aposta seja feita pensando "na conservação", motivo pelo qual o turismo deve ter "as mesmas exigências de supervisão e vigilância que imperam na Antártida".


Assim também pensa José Maripani, vice-reitor da Universidade de Magalhães, que aposta no desenvolvimento de um turismo de interesses especiais, "não em massa como em outras partes, mas mais visitantes com interesses científicos ou que queiram visitar lugares irrepetíveis do mundo".


Uma amostra do avanço da zona para se transformar em uma das capitais científicas do planeta foi a realização, em Puerto Williams, em pleno coração da reserva, do Congresso Internacional de Briologia, ramo da botânica voltado ao estudo de musgos, hepáticas e antóceras.


Nesta semana, mais de cem pesquisadores de todo o mundo se reuniram em Puerto Williams para "trocar os achados que foram feitos neste âmbito e explorar a região, muito rica em briófitas, tanto em diversidade como em abundância", ressaltou à Agência Efe Bernard Goffinet, presidente da Associação Internacional de Briologia.


O Parque Etno-Botânico Omora, na Ilha Navarino, iniciativa liderada por Ricardo Rozzi, é outra evidência da relevância do lugar como laboratório natural que combina pesquisa, educação, conservação e turismo, em uma experiência, segundo sua opinião, "quase religiosa".


Este projeto contará em 2017 com o respaldo do Centro Cabo de Hornos, que permitirá desenvolver ciência sócio-ecológica, educação cientificamente ética e conservação através do ecoturismo que, como sustentou a presidente chilena, Michelle Bachelet, no congresso de Briologia, "permitirá fortalecer o trabalho científico chileno".


Estas iniciativas, segundo seus idealizadores, impulsionam o Chile para o mais alto nível científico do século XXI, no qual será reconhecido por olhar para as estrelas, mas também por indagar os grandes mistérios da vida, muitos dos quais seguem ainda sem revelação. EFE


jtr/ff/rsd



LEIA MAIS ...



OMS: mais de 1,1 bilhão de jovens podem sofrer perdas de audição

OMS: mais de 1,1 bilhão de jovens podem sofrer perdas de audição

Genebra, 27 fev (EFE).- Mais de 1,1 bilhão de jovens correm risco de sofrer perdas de audição devido a práticas inseguras e exposição a barulho excessivo, como usar fones de ouvido reiteradamente, segundo um informe da Organização Mundial da Saúde divulgada nesta sexta-feira.


O estudo alerta que atualmente já existem mais de 43 milhões de jovens entre 12 e 35 anos com deficiências auditivas. A população mundial nesta faixa de idade é de entre 2,5 e 3 bilhões.


Nos países de renda média e alta, quase 50% dos jovens de entre 12 e 35 anos escutam música em dispositivos eletrônicos em níveis inseguros.


Além disso, cerca de 40% destes jovens estão expostos a níveis excessivos de barulho em discotecas, bares e eventos esportivos.


Cientificamente, um nível inseguro de ruído é estar exposto a 85 decibéis durante mais de oito horas ou a 100 decibéis durante 15 minutos. Cem decibéis é o nível médio de uma discoteca.


Diante da situação, e para evitar maiores riscos e danos, a OMS sugere algumas ações fáceis e práticas: baixar o volume dos dispositivos e deixá-los a um máximo de 60% de sua capacidade; limitar o tempo de exposição ao barulho; e estar atento a sinais de perda de audição, como assobios no ouvido ou dificuldade para escutar após permanecer exposto ao barulho.


Outras orientações são utilizar os níveis de ruído recomendado pelos próprios aparelhos eletrônicos e ir regularmente ao otorrino.


Além disso, a OMS sugere que pais e professores eduquem os jovens sobre os riscos de barulho excessivo.


A organização propõe ainda que os fabricantes de dispositivos eletrônicos incluam na sua configuração a indicação de níveis seguros de ruído e informação sobre os riscos de ultrapassá-los.


A OMS recomenda ainda que centros de lazer e esporte diminuam o volume, ofereçam tampões aos clientes e espaços sem barulho.


Finalmente, a organização pede que os governos modifiquem a lei para limitar o ruído das atividades recreativas. EFE



LEIA MAIS ...



Novo chefe de Gabinete argentino reitera aspiração presidencial

Novo chefe de Gabinete argentino reitera aspiração presidencial

Buenos Aires, 27 fev (EFE).- O novo chefe de Gabinete do governo da Argentina, Aníbal Fernández, reiterou nesta sexta-feira suas aspirações presidenciais ao confirmar que será pré-candidato governista às eleições primárias de agosto próximo.


"Eu sou pré-candidato e tenho toda a vocação de sê-lo", disse Aníbal à imprensa.


Aníbal, que até ontem ocupava o cargo de secretário-geral da Presidência, assumiu o de chefe de ministros em substituição de Jorge Capitanich.


O pré-candidato presidencial já esteve à frente da chefia de Gabinete durante o primeiro governo de Cristina Kirchner, entre 2009 e 2011, quando deixou o cargo após liderar a lista de senadores do Governo pela província de Buenos Aires.


Outros dirigentes governistas que já anunciaram suas pré-candidaturas presidenciais são o governador da província de Buenos Aires, Daniel Scioli; o ministro do Interior e Transporte, Florencio Randazzo; o ministro da Defesa, Agustín Rossi; o titular da Câmara dos Deputados, Julián Domínguez: e o governador da província de Entre Ríos, Sergio Urribarri.


Os aspirantes de cada bloco político deverão concorrer em eleições primárias e obrigatórias em agosto próximo.


Dessa votação sairão os candidatos finais para a eleição presidencial, que acontece em outubro. EFE



LEIA MAIS ...



Príncipe William lembra no Japão os mortos da Commonwealth

Príncipe William lembra no Japão os mortos da Commonwealth

Tóquio, 27 fev (EFE).- O príncipe William da Inglaterra iniciou nesta sexta-feira a segunda jornada de sua visita ao Japão recordando os soldados dos países da Commonwealth (Comunidade Britânica de Nações) mortos no Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial.


O duque de Cambridge visitou durante a manhã o Cemitério da Guerra da Commonwealth, em Yokohama, ao sul de Tóquio, e depositou uma oferenda floral junto com uma carta que dizia: "Tomara que nunca esqueçamos de todos que realizaram o último sacrifício por nossa liberdade", segundo informou a imprensa local.


No cemitério, localizado em Hodogaya, estão enterrados 1.771 soldados da Comunidade Britânica de Nações, entre eles 1.267 britânicos.


O príncipe William terminou o ato assinando o livro de visitas e vendo as fotos de sua mãe, a princesa Diana, feitas no local em 1995.


Em seguida, o duque de Cambridge foi recebido pelo imperador Akihito e a imperatriz Michiko no palácio imperial, em Tóquio, onde almoçaram.


Amanhã, William visitará Fukushima, onde visitará as localidades afetadas pelo terremoto e o tsunami de março de 2011.


No domingo, William viajará para os municípios de Ishinomaki e Onagawa, localizados em Miyagi, outra das regiões do país mais castigadas pelo desastre de quatro anos e que deixou mais de 18 mil mortos.


Após sua visita ao Japão, de caráter não oficial, o príncipe partirá no domingo para a China como parte de seu giro pela Ásia. William viajou sem sua mulher, Kate, que está grávida e não pôde o acompanhar.


A última visita a um país asiático de um membro da família real britânica foi do príncipe Andrew, no final de 2013.


O pai de William, o príncipe Charles, visitou o Japão pela última vez em 2008. EFE


mra/dk



LEIA MAIS ...



Índia reconhece 965 mortos por gripe suína e problemas em diagnóstico

Índia reconhece 965 mortos por gripe suína e problemas em diagnóstico

Nova Délhi, 27 fev (EFE).- O ministro da Saúde da Índia, J.P. Nadda, informou nesta sexta-feira que o surto de gripe suína registrado no país neste ano matou 965 pessoas, e admitiu que o governo não conta com laboratórios suficientes para analisar possíveis doentes do vírus H1N1.


"Temos 21 laboratórios para analisar casos de gripe suína. Mas não é suficiente. Estamos planejando estabelecer laboratórios em todos os estados do país", disse Nadda na câmara baixa do Parlamento.


O ministro afirmou que não há necessidade de "entrar em pânico", mas que o povo deve ficar alerta, e assegurou que nos hospitais e farmácias governamentais há remédios suficientes que são distribuídos gratuitamente.


A incidência do H1N1 está sendo de forma incomum alta este inverno no país asiático e os estados mais afetados são Maharashtra (oeste), Madhya Pradesh (centro), Gujarat (oeste), Rajasthan (noroeste) e Telangana (sul).


Em Ahmedabad, a maior cidade do estado de Gujarat, as autoridades proibiram na terça-feira as reuniões maciças sem permissão para evitar novos contágios após a morte de 50 pessoas na cidade por causa da doença. EFE



LEIA MAIS ...



Polícia apreende em São Paulo 10 toneladas de maconha procedente do Paraguai

Polícia apreende em São Paulo 10 toneladas de maconha procedente do Paraguai

São Paulo, 27 fev (EFE).- Aproximadamente 10 toneladas de maconha provenientes do Paraguai foram confiscadas nesta sexta-feira pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que interceptou um caminhão que simulava transportar milho na Grande São Paulo.


A PRF informou que o motorista do caminhão foi presos e a carga confiscada durante um procedimento de rotina em Itapecerica da Serra.


Segundo a polícia, o caminhão tinha placa de Foz de Iguaçu, no Paraná. O veículo foi carregado com tijolos preenchidos com maconha colocados debaixo das sacas de milho.


A droga, de acordo com a PRF, é procedente do Paraguai, por isso o homem que dirigia o caminhão foi acusado de tráfico internacional de drogas.


Segundo a polícia, caso seja confirmado que a apreensão foi de 10 toneladas de maconha, esta será a maior operação deste tipo no estado de São Paulo, que em 2014 confiscou 12,8 toneladas dessa da droga. EFE



LEIA MAIS ...



Parlamento alemão aprova prorrogação da ajuda à Grécia

Parlamento alemão aprova prorrogação da ajuda à Grécia

Berlim, 27 fev (EFE).- O Parlamento alemão aprovou nesta sexta-feira a prorrogação da ajuda à Grécia, que obteve o apoio de uma grande maioria tanto entre as fileiras da grande coalizão de Angela Merkel como da oposição.


O plenário foi aberto com o discurso do ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble, que defendeu a extensão do programa por quatro meses com o argumento de que Atenas se comprometeu a cumprir seus termos, embora tenha admitido que apoiar a prorrogação não foi uma "decisão fácil". EFE



LEIA MAIS ...



Exército ucraniano continua hoje retirada de seu armamento pesado

Exército ucraniano continua hoje retirada de seu armamento pesado

Kiev, 27 fev (EFE).- O Mistério de Defesa da Ucrânia declarou que as tropas do país continuarão nesta sexta-feira a retirada de seu armamento pesado da linha de separação de forças na região do conflito, no leste do país.


"Hoje continuaremos a retirada de nossas unidades. Dentro de poucas horas os meios de imprensa mostrarão imagens de nossas colunas de artilharia dirigindo-se rumo à retaguarda", disse Sergei Galushko, porta-voz da pasta.


Ele lembrou que as forças ucranianas começaram ontem a retirada de seu armamento pesado em cumprimento do acordo de Minsk para o fim pacífico do conflito na regiões orientais do país, que em quase 11 meses matou 6.000 pessoas, segundo dados da ONU.


Galushko ressaltou que as forças ucranianas mantêm soldados suficientes na primeira linha da frente para defender suas posições no caso de as milícias separatistas pró-russas descumprirem o acordo de cessar-fogo.


A retirada do armamento pesado das forças ucranianas é realizado sob o controle dos observadores da missão especial da Organização para a Segurança e Cooperação (OSCE) na Europa, acrescentou o porta-voz.


"Eles acompanham nossas colunas e registram de onde e para onde se dirigem", detalhou.


Enquanto isso, o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, advertiu hoje que as Forças Armadas do país estão preparadas o tempo todo para levar o armamento pesado para suas antigas posições em caso de os separatistas descumprirem os acordos. EFE



LEIA MAIS ...



Pró-russos asseguram que recuaram 250 peças de armamento pesado

Pró-russos asseguram que recuaram 250 peças de armamento pesado

Donetsk (Ucrânia), 27 fev (EFE).- O comando das milícias pró-russas da região de Donetsk assegurou nesta sexta-feira que retirou 250 peças de armamento pesado da linha de separação de forças, em cumprimento dos acordos de Minsk para o fim do conflito no leste da Ucrânia.


"Nós recuamos 250 unidades de armamento pesado, enquanto a Ucrânia, só 24", disse à imprensa o subchefe das milícias da autoproclamada República Popular de Donetsk, Eduard Basurin.


Ele acrescentou que pedirá à missão da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (Osce) que comunique à parte ucraniana que as milícias retiram o armamento pesado.


Basurin disse que durante a jornada de hoje as milícias devem afastar outras 16 peças da linha de separação de forças.


Segundo a agência russa "Interfax", as milícias retiraram hoje quatro plataformas de lançamento de mísseis de bocas múltiplas.


No entanto, o número dois das milícias advertiu que o armamento pesado permanecerá nos setores da frente onde existe a ameaça de que os combates sejam retomados, em particular na região do aeroporto de Donetsk.


"Ali, nas últimas 24 horas houve cerca de 20 tiroteios", explicou Basurin.


O alto comando ucraniano anunciou ontem o início da retirada de seu armamento pesado.


Segundo os acordos de Minsk, após o estabelecimento do cessar-fogo as partes em conflito deve retirar seu armamento pesado da linha de separação de forças, a fim de criar ao longo dela uma faixa livre de artilharia de pelo menos 50 quilômetros. EFE



LEIA MAIS ...



Bolsa de Milão abre em alta de 0,17%

Bolsa de Milão abre em alta de 0,17%

Roma, 27 fev (EFE).- O índice seletivo da Bolsa de Milão, FTSE MIB, abriu nesta sexta-feira em alta de 0,17%, aos 22.202,89 pontos.


Já o índice geral, FTSE Italia All-Share, operava em alta de 0,15%, aos 23.613,15 pontos. EFE



LEIA MAIS ...



Bolsa de Paris abre em leve alta de 0,07%

Bolsa de Paris abre em leve alta de 0,07%

Paris, 27 fev (EFE).- O índice geral da Bolsa de Valores de Paris, o CAC-40, abriu nesta sexta-feira em leve alta de 0,07%, aos 4.913,92 pontos. EFE



LEIA MAIS ...



Bolsa de Madri abre praticamente estável

Bolsa de Madri abre praticamente estável

Madri, 27 fev (EFE).- O principal indicador da Bolsa de Valores de Madri, o IBEX 35, abriu praticamente estável nesta sexta-feira, em leve alta de 0,06%, aos 11.146 pontos. EFE



LEIA MAIS ...



Bolsa de Frankfurt abre em alta de 0,18%

Bolsa de Frankfurt abre em alta de 0,18%

Berlim, 27 fev (EFE).- O índice de referência da Bolsa de Frankfurt, o DAX 30, abriu nesta sexta-feira em alta de 0,18%, aos 11.344 pontos. EFE



LEIA MAIS ...



Bolsa de Londres abre praticamente estável

Bolsa de Londres abre praticamente estável

Londres, 27 fev (EFE).- O índice principal da Bolsa de Valores de Londres, o FTSE-100, abriu praticamente estável nesta sexta-feira, em leve baixa de 1,79 pontos (0,03%), aos 6.947,94. EFE



LEIA MAIS ...



Hong Kong protesta contra "comércio paralelo" chinês

Hong Kong protesta contra "comércio paralelo" chinês

Isabel Fueyo.


Hong Kong, 27 fev (EFE).- A cidade de Hong Kong vive há algumas semanas uma série de protestos contra o chamado "comércio paralelo", no qual centenas de pessoas atraídas pelos baixos impostos vão diariamente a outras partes da China para comprar artigos e depois revendê-los.


As estantes vazias e os preços elevados são os resultados desta prática, que gerou o terceiro protesto feito por cidadãos da ilha. Na semana passada, cerca de 200 manifestantes fizeram com que inúmeras lojas de um shopping fossem bloqueadas enquanto manifestantes pediam aos consumidores chineses que voltassem a comprar no continente.


Este foi o terceiro protesto da iniciativa que agitou o ano de 2015 e que em menos de dois meses provocou enfrentamentos com a polícia, comerciantes e cidadãos chineses em diversos pontos da cidade.


Os manifestantes dizem estar cansados de centenas de pessoas (na maioria chinesas) lotarem diariamente shoppings e o transporte público da cidade para comprar os mais variados produtos a fim de comercializá-los no gigante asiático.


Os "lagostas", como são chamados em Hong Kong, trabalham de forma organizada. São grupos de seis a oito pessoas que cruzam a fronteira entre Hong Kong e China carregando malas com produtos não declarados que serão revendidos a preços mais altos.


"No meu grupo de amigos, nos revezamos quase uma vez por semana para vir a Hong Kong fazer compras, seja pasta de dentes, cremes ou chocolates. Aqui é mais barato", disse à Agência Efe Carolinne Hu, que vive em Shenzhen (cidade chinesa que faz fronteira com a antiga colônia britânica).


Apesar deste comércio ser visto como uma fonte de renda extra para a economia chinesa, são as grandes marcas e os promotores imobiliários que saem beneficiados, afirmaram os críticos, que notaram alta atividade comercial nos preços dos aluguéis locais.


Nos últimos anos, as áreas suburbanas (como a de Tuen Mun com meio milhão de habitantes) teve seu comércio local diminuído em razão das grandes lojas de marcas comerciais.


Antônio Lau, líder da organização Hong Kong Indigenous, uma das ONG's que convocam os protestos contra este tipo de comércio, explicou à Efe que os preços dos aluguéis sobem "descontroladamente".


"É quase impossível encontrar um lugar onde você possa comprar um lápis ou um saco de arroz neste local sem que seja em uma grande loja", comentou.


O líder da organização lamentou ainda os estragos que esta prática provoca no transporte público, e que, apesar de se intensificar na fronteira com a China, é cada vez mais comum em distritos urbanos de Hong Kong, como a zona comercial de Tsi Xá Shui.


Há dez anos, o governo chinês foi "facilitando" o acesso de seus cidadãos a Hong Kong com o objetivo de ajudar as indústrias de serviços da cidade, abaladas pela mortífera Sars (Síndrome Respiratória Aguda Grave) que paralisou a chegada de turistas e a crise econômica de 2008.


Mais de 47 milhões de turistas da China chegaram a Hong Kong em 2014, 16% a mais que no ano anterior e dez vezes a mais em comparação com o ano 2000, segundo dados oficiais.


"Primeiro foi o leite em pó, e agora é quase qualquer produto. Os preços não param de subir e nosso sistema de transporte está saturado, além de já ser difícil caminhar pelas ruas. Estão fazendo com que nossa cultura e nossa sociedade desapareçam", lamentou o ativista Who Wi.


No entanto, conter a chegada dos turistas irritaria as "indústrias chave" de Hong Kong (como a hoteleira e a comercial), por isso a população está dividida.


Enquanto isso, a saturação que este "comércio paralelo" provoca está esgotando a paciência dos cidadãos de Hong Kong, que estão insatisfeitos com o governo e reivindicam mais autoridade popular nos afazeres diários. EFE


ifs/ir/id



LEIA MAIS ...